Meu pai é um tarado

Meu pai é um tarado

Meu pai é um tarado

Comentários

  1. Sinte

    7 de julho de 2015

    He1 muitas casios em nossa volta que ne3o podemos ver, he1 muita vida em nosso meio que ne3o podemos mensurar. Talvez o que falte ao ser humano, hoje, seja o sentir, o perceber. A meddia gosta de se ocupar com fatos tre1gicos. E nos faltimos dias, a meddia gafacha, em especial, tem relatado muitas trage9dias, muitas vezes passadas no e2mbito escolar e outras vezes em famedlias. Um dos prove1veis motivadores dessas trage9dias poderia ser a depresse3o, ne3o te3o visedvel. Ou ne3o te3o percebida? Ate9 que ponto estamos dando atene7e3o a quem este1 triste, deprimido, meio down? O ser humano deve ficar mais atento ao sinal do prf3ximo. A tristeza pode ser sinal de fe9 abalada, de rumo perdido. O que fazemos pelo nosso colega, nosso familiar entristecido? c9 preciso mais die1logo em todas as esferas da sociedade. c9 preciso mais tato, mais ouvido, mais percepe7e3o.

Adicionar Comentário

Meu pai é um tarado

Sobre Nós

Antes de tudo, somos ouvintes. Vamos ouvir tudo, imparcialmente, como um amigo faria. E então vamos dizer o que pensamos a partir de outro ponto de vista: o nosso. E talvez com isso você consiga enxergar tudo de uma outra maneira, e perceba que não, você não está sozinho.

Copyright © 2012 Confabulemos. Desenvolvido por GA

Contato

Envie-nos um Email com sua história, mensagem, opinião e críticas.

Siga-nos: Twitter | Facebook